terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Promoção TAP - vôos a partir de U$ 599,00 para diversos destinos na Europa



Se você está planejando uma viagem para a Europa em 2015, a hora de comprar a sua passagem é agora!

A TAP lançou uma promoção de Natal com vôos a partir de U$ 599,00 para vários destinos na Europa. A promoção vale para saídas de todas as cidades no Brasil onde a cia aérea opera.

Verifiquei no Amadeus (sistema de reservas de agências e cias aéreas) e encontrei vôos com valores entre U$ 599,00 e U$ 799,00 para Londres, Paris, Lisboa, Milão, Roma, Frankfurt, Berlim, Dublin, Barcelona, Madrid, Praga, Munique, Veneza e Nice. Nada mal, hein? Vale a pena tentar outros destinos também!

A permanência máxima é de 2 meses e este valor não inclui as taxas de embarque, que variam entre U$ 80,00 e U$ 200,00, conforme o itinerário escolhido. 

Corre que é só até dia 25/12!

Se precisar de ajuda, pode contar comigo!!




sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Governo amplia a validade do passaporte para 10 anos!

Fiquem ligados na novidade!

O governo, através do Diário Oficial da União*, divulgou novas mudanças no passaporte brasileiro: 

Além da validade dele agora ser de 10 anos, finalmente resolveram incluir a filiação e um documento (opcional) para os menores que embarcam desacompanhados dos pais, ou com apenas um deles!



*decreto 8374: http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?data=12/12/2014&jornal=1&pagina=4&totalArquivos=332



segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Você sabia?


O que fazer em Sydney no reveillon?

O reveillon de Sydney é considerado um dos mais bonitos do mundo. E não é à toa: a queima de fogos na Harbour Bridge geralmente dura mais de 20 minutos e é um espetáculo de luzes e cores!

Hoje resolvi dar para vocês algumas sugestões de lugares para aproveitar esta festa. 

- Opera House

Sim, o lugar mais óbvio. Mas se você acha que é só chegar e apreciar os fogos, pode ser que você receba um balde de água fria lendo isto: a entrada é gratuita, mas os portões abrem-se às 07:30h do dia 31/12 e não é possível levar bebidas e nem comidas. Logo, se você não animar chegar cedo e gastar uma boa quantia para durar o dia todo ali, esqueça.

Mas se estiver disposto a desembolsar uma quantia generosa, sugiro então se jogar no Opera Bar, o bar que fica aos pés da Opera House. A quantia por cabeça é sempre por volta de AU$ 300,00, mas a vista, sem dúvida alguma, é espetacular. E você ainda fica longe da muvuca. Afinal, vamos combinar que não é qualquer um que anima pagar este preço, né?


- Bothanical Gardens
Logo atrás da Opera House está o Bothanical Gardens, outro lugar super concorrido no Ano-Novo. Ali ocorrem três eventos paralelos, todos fechados. Este ano os ingressos estão a partir de AU$ 270,00 e devem ser adquiridos com boa antecedência. Por causa do alto preço, é uma boa sugestão para quem quer fugir da muvuca também.


- The Rocks
Logo ao lado da Harbour Bridge fica The Rocks, uma região de bares, restaurantes e lojas que fervilha no Ano-Novo! Você fica ali na rua mesmo, se esbaldando com cervejas que geralmente são vendidas em copos de plástico pelos bares. Você tem uma vista lateral para a Habour Bridge, então não é exatamente o lugar ideal para ver o espetáculo de fogos.

Deste eu já participei e tenho até uma foto para ilustrar:



- Nielsen Park
Este parque fica mais afastado do centro, o que dá aos visitantes uma vista completa da baía de Sydney. Sem dúvida alguma, é uma ótima escolha para famílias!

A entrada no parque é gratuita, mas não pode levar bebidas alcóolicas, ok?

- Hermit Place
Este é meu lugar não tão secreto mais.
Chegar ali não é tão fácil pois é uma região menos turística da cidade. Não tem portões, não tem revista na entrada e você pode fazer um piquenique à vontade ali! De quebra, a vista que se tem é esta das fotos:




Não precisa falar mais nada, né?
                                         Exibindo foto.JPG



quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Viajando de trem pela Europa

Na Europa, cada país possui sua empresa de transporte sobre trilhos, mas todas juntas formam o Rail Europe. Assim, é possível percorrer os mais de 20 países europeus de trem!

Mas por que escolher esta modalidade?

1) Te dá liberdade para montar seu próprio roteiro.
2) As estações são centrais. Assim, você não perde tempo e nem dinheiro indo de/para aeroportos que geralmente ficam longe do centro.
3) Você pode chegar na estação com 15 minutos de antecedência, o que te dá mais tempo para explorar as cidades.
4) Os trens são confortáveis e, quando os trechos são mais longos, há opções em 1ª ou 2ª classe.
5) Existem diversas modalidades de passes e trechos conforme sua necessidade.
6) Vários trechos possuem a modalidade de impressão do bilhete pela internet.
7) Oferece descontos especiais para bebês (0-3 anos), crianças (4-11 anos), jovens (12-25 anos) e idosos (acima de 60 anos).
8) Oferece descontos especiais para 2 ou mais pessoas viajando juntas.
9) Você pode apreciar as paisagens.
10) Trens são mais amigáveis ao meio-ambiente do que qualquer outro meio de transporte.

Te convenci?

Veja abaixo algumas informações importantes sobre os trens europeus:

PASSES
Esta modalidade de bilhete te dá o direito de fazer viagens entre os países previamente selecionados, podendo variar de viagens em um único país a viagens por até 21 países.
Em alguns trechos, não é necessário marcar o assento e você pode simplesmente entrar no trem e sentar onde quiser. Entretanto, para trechos mais longos, a RESERVA é obrigatória.

RESERVAS
A reserva garante o assento no trem e geralmente custa entre Eur 9,00 e Eur 20,00 para quem tem um passe.

BILHETES PONTO-A-PONTO
Se você já sabe os trechos que irá fazer, pode ser que não compense adquirir um passe. Neste caso, você pode reservar diretamente os assentos para cada rota específica que escolher. Vale também para quem pretende fazer poucas viagens.

VALIDAÇÃO DE PASSES
Se você adquiriu um passe, devera validá-lo diretamente na estação antes de pegar o primeiro trem. Neste caso, chegue com antecedência!
Posteriormente, você mesmo deverá marcar à caneta em seu passe os dias viajados. 
Exemplo: você fará o trecho Florença/Veneza utilizando o passe. Neste caso, você deverá anotar no mesmo a data da viagem antes de entrar no trem. Não tente bancar o espertinho, pois antes de você chegar ao destino final, um fiscal irá passar e te solicitar o passe já marcado.

NÚMERO DE VIAGENS POR DIA
Os passes são contados por dia e não por trechos viajados. Assim, se você adquire um passe por 5 dias, poderá fazer quantas viagens quiser dentro dos 5 dias.
Exemplo: você pode ir e volta de Florença para Veneza no mesmo dia que o passe contabilizará apenas 1 viagem.

TRENS NOTURNOS E A REGRA DAS 19 HORAS
Se um trem noturno direto inicia a viagem pós às 19 horas e termina a viagem na manhã sguinte, o portador do passe deve marcar a data do dia da chegada. Mas atenção: isto somente se nenhum outro trrajeto for realizado naquele dia ou se o trem noturno não possuir conexões antes da meia-noite!

Para garantir uma viagem mais tranquila e segura, sugiro que você procure uma loja do STB para emitir os bilhetes e/ou passes!



terça-feira, 30 de setembro de 2014

Como é voar com a Emirates Airlines

A Emirates pra mim não é uma cia aérea, é um estilo diferente de voar!

Já voei de Econômica, Executiva e Primeira Classe e aviso: não existe cia aérea melhor!

A primeira vez foi pouco depois de ser lançado o vôo Guarulhos/Dubai e viajei de Econômica para Auckland. Achei tudo incrível e este primeiro vôo com eles foi marcado por alguns pontos altos: 
- Comissários elegantes e simpáticos
- Poltrona confortável
- 1 zilhão de filmes e seriados na telinha
- Lolo, Chokito, Diamante Negro para os passageiros antes de levantar vôo
- Adesivos com os dizeres "wake me up for food", "wake me up for duty free" e "do not disturb" pra colar na poltrona

Já estava achando tudo lindo demais, mas daí eles me surpreenderam um pouco mais. Após meu retorno ao Brasil, recebi em casa um kit Emirates com meu cartão fidelidade Skywards, porta-cartões e informativos adicionais. Achei super pessoal e bacana! Bem diferente do cartão "imprime aí" de alguns cias aéreas, não é mesmo?

Quando resolvi morar na Austrália, não pensei duas vezes! Lá estava eu indo de Econômica da Emirates de novo. 

Mas como tudo que vai, volta, eu resolvi vir visitar o Brasil e, na conexão em Dubai, fui no guichê ver quantos pontos seriam necessários pra ter um upgrade (afinal, eu tinha ido e voltado da Nova Zelândia e ido pra Austrália... haja milhas!!). Eles me falaram e na época eram tipo 45.000 milhas e eu tinha umas 50.000. Achei que seria desperdício, agradeci e fui pro meu portão de embarque. Quando chamaram o vôo, levantei e tcharam! Me deram o upgrade sem cobrar as milhas! Sério, como não amar a Emirates?!

Classe Executiva é coisa fina. E lá estava eu, de bota Ugg, camiseta larga... um tanto quanto incoerente, mas eu não ligo! Deitei no meu travesseiro, coloquei meus pés pra cima e curti um vôo tranquilo e ultra-mega-blaster confortável.

Mas não acabou por aí meu caso de amor com a Emirates!

Em 2010 resolvi usar minhas milhas pra ir de Sydney para Bangkok e voltar. Consegui trocar a ida na Executiva e volta de Econômica. Estava me achando no lounge da Emirates em Sydney, tomando Veuve Clicquot e jantando uma bela carne de cordeiro. Mas, que pena, chegou a hora do embarque.

Chamaram a Primeira Classe, fiquei sentadinha. Chamaram a Executiva, levantei, passei pela mocinha do embarque e quando olhei meu cartão de embarque pra checar o meu assento, a surpresa: 1A. Sim, o primeiro assento da aeronave. Sim, Primeira Classe. Sério, gente, COMO NÃO AMAR?!

Aí eu, que já estava me achando, "me tive certeza"! Pra que Veuve Clicquot quando se tem Dom Perignon? Pra que comissário de bordo quando se tem um mordomo? Pra que mesinha de avião quando se tem uma mesa com toalha branca e talheres de prata?

Sabe Sex and The City e aquele avião que elas pegam pra Abu Dhabi? É aquilo ali e mais! Cabine individual, três tipos de travesseiros, frigobar próprio com sucos, snacks e água (Perrier, claro), televisão, chinelo e pijama! Sim, CHINELO e PIJAMA!

Meu vôo atrasou 1 hora quando já estávamos dentro da aeronave. Pergunta se eu achei ruim? Meu mordomo ainda veio me trazer aperitivos (mussarela de búfala, tomate seco e azeitonas) enquanto eu escolhia no cardápio o que eu queria jantar. Tipo restaurante, sabe?

Ai, gente... Suspiro só de lembrar.

Na volta, voltei à realidade de Econômica, mas nem assim a Emirates deixou de me agradar. Quando sentei, a comissária veio até mim e disse "Senhorita Passos, tudo bem? A senhorita está confortável? Caso precise de alguma coisa, meu nome é Fulana e estou às ordens".

Beijinho no ombro.


quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Uma Porto diferente - lugares e dicas para fugir do óbvio!

Resolvi colocar aqui algumas dicas "off the record" para quem vai pra Porto. Quem colaborou com estas dicas foi minha amiga, a Carol, que morou por lá um tempo e me contou tim tim por tim tim onde ir e o que comer por aquelas bandas!

- A Livraria Lello é parada obrigatória e, sim, é super turística! É proibido tirar fotos no local, mas a dica que poucos sabem é: se você for entre 9h e 10h da manhã, poderá fazer um book fotográfico de lá, pois antes da livraria abrir as fotos são liberadas!

                                                


- Em Porto, a idéia é caminhar, caminhar e caminhar! São diversas ladeiras com um charme arquitetônico que só vendo! Então realmente não acho que compensa adquirir o ticket diário de transporte público, como em Lisboa.



- Um passeio que vale muito é pela região da Ribeira e Gaia, às margens do Tejo. É uma região bem turística, então prepare-se para encontrar preços altos e gente por todos os lados. Mas a dica na verdade é o que "não fazer" ali: achei muito sem graça o passeio de barco de 50 minutos pelas seis pontes. Se puderem fazer o de dia inteiro, que vai até as vinícolas, melhor!

Não deixem de experimentar a “francesinha”, prato típico de Porto e uma bomba calórica! Uma foto vale por mil palavras:



- Em Matosinhos, uma cidade colada em Porto, tem um restaurante muito bom que chama Gavião do Mar. Segundo a minha amiga, a sangria é deliciosa, o bacalhau à braga também, as sardinhas assadas, enfim, tudo! Fica na estação de metrô do Mercado de Matosinhos. 




sexta-feira, 19 de setembro de 2014

O que é o Songkran?

A palavra Songkran, derivada do sânscrito, significa "passar" ou "se mover". Neste contexto, o Grande Festival de Songkran indica a nova era do ano novo tailandês. 

A comemoração do ano novo na Tailândia era realizada conforme calendário lunar. Entretanto, hoje em dia a data se tornou fixa, acontecendo sempre entre os dias 13 e 15 de abril.

Originalmente, trata-se de um evento religioso, quando estátuas de Buda e templos são cuidadosamente lavados com água perfumada. 

Por isto, sua principal expressão é a água, que representa limpeza e purificação para o alcance de um novo começo. Assim, também é conhecido como "Festival da Água", onde as pessoas vão às ruas e jogam (muita!) água em si mesmas e nos outros com armas de brinquedo! Resultado: muita festa!! Mas com os 30-40 graus que fazem na Tailândia nesta época do ano, te garanto que você não se importará em passar dias com a roupa encharcada!

A dica é guardar seus documentos e sua máquina fotográfica em uma sacola plástica dentro de uma bolsa e entregar-se às comemorações. Afinal, você não conseguirá fugir de momentos como este da foto:





Outra demonstração muito comum neste período é o ato de passar uma espécie de argila no rosto em reverência à beleza. Nesta foto, eu e minha amiga "argiladas":


Sem dúvida alguma uma experiência única. Portanto, se você pretende viajar para a Tailândia, escolha o mês de abril! Te garanto que você não irá se arrepender!



quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Tailândia

O Songkram

Roteiro

O que fazer na Tailândia?

Montei este e-mail com algumas dicas uma vez pra uma amiga. Tomara que ajude vocês também!

- Bangkok: é a capital e tem que ir lá. Indico ficar na região da Khao San Road. Fiquei num albergue MUITO auge que chama Baan Dinso, que é da Hostelling International e já foi considerado como o melhor albergue do mundo.


Em Bangkok, não deixe de conhecer os templos e o floating market.



- De Bangkok, pegue um trem para Ayutthaya. É uma cidade do interior "construída" entre os templos. Incrível e vale a pena ir, pois é ali que fica o "Buda na árvore". Chegando lá, alugue uma bicicleta e passe o dia pedalando entre os templos. Os trens de Bangkok para lá ocorrem com frequência grande e você compra direto na estação o ticket.

Templo em Ayutthaya
O famoso Buda na Árvore

- Volte para Brangkok e de lá pegue um avião para Phuket.
Phuket só vale se for para ficar num resort muito bom! Não vale a pena gastar dias por lá, então fique 1 noite (se for em Patong Beach, não se assuste com a prostituição comendo solta na rua!) e saia no dia seguinte cedo na balsa para Koh Phi Phi (http://www.phiphiferry.com/schedule.php). Não precisa comprar este ticket com antecedência, você pode, inclusive, solicitar que o seu hotel compre pra você.


- Koh Phi Phi: são duas ilhas - Phi Phi Don e Phi Phi Leh. A Don é onde tem a cidadezinha e os hotéis. A Leh é onde tem "A Praia" (aquela do filme). Por ali tem vários resorts que você paga cerca 1200 BAHT por casal (mais ou menos U$ 40,00). Os passeios você pode ver lá mesmo, pois no centro tem uma agência de viagem ao lado da outra.

Para ir à "Praia", você pode fazer um passeio de dia inteiro ou de 1 noite. Entretanto, acampar ali é proibido, então você passa a noite embarcado. Na verdade, não há nada de mal nisto, principalmente se tiver a sorte de uma noite estrelada!

Uma dica de passeio imperdível é a caminhada até o mirante e de lá descer para Rantee Beach. É uma caminhada de uns 40 minutos e o visual é incrível! Ótima opção para pegar uma praia longe dos milhares de turistas que invadem a praia de Loh Dalum Bay (a principal da ilha).


Bem tradicional!
Rantee Beach
                                             
Vista do mirante


- De Koh Phi Phi, pegue outro ferry para Krabi, uma cidadezinha bem aconchegante.

É de lá que saem os passeios para a James Bond Island.



- De Krabi, pegue um ônibus até o ferry para Koh Phangan.

É nesta ilha que rola a famosa Full Moon Party. Se você tiver flexibilidade nas datas, tente ir quando tiver rolando uma. Mas prepare-se para BOMBAR! Quando fui, infelizmente não dei sorte de pegar o evento, mas mesmo assim a ilha estava bombando com as Half Moon Parties, uma desculpa para quando a lua não está cheia! Lá e em Koh Phi Phi que rolam os famosos "buckets": um destilado (melhor não querer nem saber qual, muito menos de onde vem) com refrigerante.


Buckets e os convites para as Half Moon Parties 


- Voltando de Koh Panghan, pegue um ferry até Surathanni (ponto de embarque/desembarque de quem vem das ilhas) e de lá pegue um ônibus de volta para Bangkok. A viagem é super tranquila e o ônibus super confortável (tinha travesseiro, cobertor e até lanchinho!).

Se tiver mais tempo, sugiro Koh Samui também... a outra ilha famosa da Thai, mas que não tive a oportunidade de conhecer!

Se você tiver ainda mais tempo, sugiro que vá também para Chiang Mai, ao norte do país! 

A moeda de lá é o BAHT. É possível fazer uma refeição mto boa por uns BAHT120, que davam na época uns U$ 4. Sim, QUATRO DÓLARES. É tudo tão barato que no final das contas você começa a achar um jantar de U$ 10 caríssimo! As famosas massagens tailandesas, por exemplo, custam tipo BAHT 250 - BAHT 300 (menos de U$ 10).

Quando ir? Sem dúvida alguma em Abril por duas razões:
1- Época de calor e pouquíssima chuva.
2- Mês que ocorre o Songkran.

Espero que tenham gostado das dicas! ;)




segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Onde ficar em Londres

Londres é uma cidade grande, movimentada, linda e tudo mais! No centro da cidade você encontra diversas lojinhas bacanas, restaurantes e pubs, mas ficar logo ali, no meio da muvuca de Picadilly Circus não é tão bacana, convenhamos.

Por isto, eu indico esta região assinalada no mapa para você se hospedar! 



As razões são simples:

- Você foge da muvuca, mas fica a 3-4 estações de metrô dela. 
- Você fica hospedado em uma região residencial super charmosa, com prédios em estilo vitoriano.
- Você fica perto do Hyde Park, mas também de outros pequenos parques, como o Holland Park.

Quanto aos hotéis para ficar ali, sugiro o Concept Apartments (estilo studio) e o Smart Hyde Park Inn (albergue).

E aí? Concorda?


quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Dez perguntas que você precisa se fazer quando pensa em fazer um intercâmbio

Hoje o post vai ser pá-pum!

Pensou em fazer intercâmbio, então questione-se sobre os itens abaixo e você verá que fará a escolha certa para você!

1- Qual o objetivo da minha viagem?

2- Quanto tempo tenho disponível e quando eu posso ir?

3- Qual país eu gostaria de conhecer?

4- Qual a ordem de importância entre: local, tipo de curso e custo?

5- Qual o meu nível do idioma?

6- Eu gostaria de ficar estudando a maior parte do tempo?

7- A possibilidade de trabalhar pra mim é primordial?

8- Eu gostaria de morar com estudantes ou numa casa com pessoas locais?

9- Eu me sentiria bem morando na casa de desconhecidos?

10- Eu me sentiria confortável em dividir um quarto com outro estudante?



quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Tim Tam: o que é e onde encontrar?

Antes de tudo, é importante vocês saberem que eu AMO chocolate. Sim, sou o que chamam por aí de "chocólatra".

Quando morei na Austrália, tive a chance de experimentar uma das maiores delícias locais: o Tim Tam.

Para quem não conhece, este biscoito da marca Arnott's é bem popular na Austrália, onde são vendidos cerca de 35 milhões de pacotes por ano! Isto considerando um país que tem uma população um pouco superior a 18 milhões de pessoas, hein?!

São vários sabores diferentes, mas o que importam mesmo são estes cinco:

- Tim Tam Original
- Tim Tam White
- Tim Tam Double Coat
- Tim Tam Dark
- Tim Tam Caramel
(pausa para a água na boca passar)

Ok, continuando... 

Como mostra a fotinha aí de cima, ele é basicamente feito de recheio de chocolate, biscoito de chocolate e calda de chocolate. Algumas pessoas acham muito doce, mas impossível ser ruim, né? O meu favorito é o Dark, exatamente por ter um gostinho mais amargo!

Mas o tcham mesmo do Tim Tam é o jeito todo especial de degustá-lo: o Tim Tam Slam!!

Imagina esta cena:
Você. Um biscoito na mão. Um copo de leite ou café quente.
Aí você morde o biscoito numa ponta e depois na outra, do lado oposto.
Aí você vai pro gran finale: coloca uma parte do biscoito dentro da xícara/copo com a bebida e suga!

Assim ó!!
O biscoito vai derretendo com a bebida quente e, antes que você perceba, ele começa a desmoronar e aquela baguncinha boa rola. É neste momento que você pensa: nó! Preciso pegar outro!

O problema é encontrá-lo aqui no Brasil! Em lugares como Wal-Mart, Sam's Club e Verde Mar (para quem mora em BH), é possível encontrá-lo, mas só se você tiver sorte. Nem sempre este produto está disponível e, quando está, é o fabricado na Indonésia. Ou seja, Tim Tam que é Tim Tam de verdade fabricado na Austrália, só por lá mesmo!

E é por isto que nesta última ida pro país, recebi cerca de 5 encomendas! Todo mundo quer Tim Tam, gente!!!


Olha o site da Arnott's pra você conhecer mais sobre esta maravilha australiana: http://www.arnotts.com.au/



sábado, 23 de agosto de 2014

Anna e o Beijo Francês

Meu Deus, como estou encantada por este livro!

Sim, eu tenho 30 anos e adorei este livro teen sobre uma estudante americana que é obrigada pelo pai a seguir para Paris para um intercâmbio de 1 ano em uma escola americana.

Anna Oliphant vive bem em Atlanta e tem seus amigos, suas paqueras e sua rotina. Mas não satisfeito, o pai decide mandá-la para a Cidade Luz mesmo contra a sua vontade. O livro detalha este ano de descobertas e novas experiências às quais Anna é submetida. Em meio a seus medos iniciais, seu primeiro croissant, suas primeiras aulas de francês, suas impressões de Paris antes e depois de conhecê-la e sua adaptação à nova vida, Anna se vê envolvida em uma relação confusa e ao mesmo tempo apaixonante com Etiénne St Clair, um estudante que frequenta a mesma escola em Paris. Ao longo do livro, vemos a relação de Anna e St Clair se tornar mais profunda e nos envolvemos na paixão que a personagem principal sente pelo seu amigo.

E é esta relação que dá nome ao livro. Será que Anna terá seu beijo? Aí vocês terão que ler o livro para descobrir!

A tradução para o português não é muito boa, mas a narrativa encanta de toda forma. A autora faz questão de detalhar as cenas de forma adorável, fazendo com que seus leitores se sintam andando pelas ruelas de Paris, visitando seus pontos turísticos e se tornando amigos dos personagens que Anna encontra em sua trajetória.

Uma leitura rápida e deliciosa que nos faz apaixonar não só pelos personagens, mas também por Paris. Se você pensa em fazer intercâmbio ou tem medo de mudanças em sua vida, após este livro com certeza verá que ir ou mudar não é tão assustador assim.




segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Top 5 Curitiba!

Curitiba é uma cidade que encanta não só pela beleza, mas também pela funcionalidade e ótimas opções gastronômicas!

Pensando nisto, resolvi listar aqui meu TOP 5 da cidade.

1- MON
O Museu Oscar Niemeyer foi inaugurado em 2003 e hoje conta com um acervo permanente e exibições temporárias. A idéia é promover conhecimento através da promoção cultural de fácil acesso ao público. Por isto, a entrada no Museu é bem em conta (R$ 6,00), sendo até gratuita no primeiro domingo do mês.

Maiores informações: http://www.museuoscarniemeyer.org.br/

O "olho" do MON
_____________________________________________________________________________________________

2- Feira do Largo da Ordem
Esta feirinha de artesanato acontece todo domingo de 9h às 14h no Centro Histórico da cidade. São diversas barraquinhas que vendem desde antiguidades a roupas! Além disto, ali acontece também uma exposição de carros antigos. Passeio imperdível!

Foto: reprodução internet
_____________________________________________________________________________________________

3- Barbarium PUB
Uma coisa muito bacana em Curitiba é a quantidade de pubs que oferecem um cardápio grande e variado de cervejas artesanais e importadas. E este pub não fica pra trás! Apesar de pequeno, é muito aconchegante e ainda oferece música ao vivo.

No cardápio, tira-gostos criativos (como a linguiça artesanal com especiarias) e muita cerveja boa! 

Maiores informações: http://www.barbarium.com.br/


_____________________________________________________________________________________________

4- Mercado Municipal
Tire da mente aquela idéia de mercado confuso! Em Curitiba, as coisas são um pouco diferentes...

Dividido em áreas específicas, o Mercado de Curitiba oferece ótimas opções de alimentos orgânicos e não-orgânicos, além de lojinhas de artesanato local e bebidas. Por isto é o melhor lugar para o turista comprar vinhos de qualidade por preços camaradas, além das famosas cervejas locais (como a Way e a Diabólica).

Almoçar lá também vale a pena! São inúmeros restaurantes a la carte e self-service num ambiente espaçoso e descontraído.

Maiores informações: http://www.mercadomunicipaldecuritiba.com.br/


_____________________________________________________________________________________________

5- Lucca Cafés Especiais
Para um brunch, um almoço ou um café da tarde, a dica é ir nesta cafeteria! Seus baristas são super premiados e preparam ótimas combinações. Sem contar o ambiente super aconchegante e o ótimo atendimento que com certeza também fazem a diferença!

Maiores informações: http://lojadecafes.com.br/


_____________________________________________________________________________________________

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

5 dicas para um vôo tranquilo

Voar nem sempre é muito confortável, não é mesmo? Veja abaixo algumas dicas para fazer esta experiência ser um pouco mais prazerosa:

1- Escolha seu assento com antecedência
Procure reservar os seus assentos antes do check-in, direto pelo site da cia aérea. Assim, você poderá sentar ao lado do seu amigo, ou optar pela janela ou corredor, de acordo com sua preferência.

Caso seja muito alto, sugiro assentos no corredor, onde você poderá esticar as pernas. O mesmo vale para quem tem problemas no joelho ou quem levanta muito durante a viagem. Se você é daqueles que dorme muito, escolha um assento na janela. Assim, seu colega do lado não precisa te incomodar sempre que quiser levantar.

2- Se tiver alguma restrição alimentar, avise o agente de viagens ou a cia aérea com antecedência
Nada pior do que ficar com fome num vôo de 8 horas para a Europa, não é mesmo? Portanto, certifique-se de que a cia aérea poderá lhe oferecer uma refeição de acordo com possíveis restrições que você tenha.

3- Movimente-se
Ok, não precisa levantar de meia em meia hora, mas levante-se da poltrona pelo menos após as refeições. Assim, sua circulação não é prejudicada e você evita fadigas musculares, cãimbras e até mesmo trombose em alguns casos mais sérios.

Exercícios de rotação dos pés também são válidos!

4- Use roupas apropriadas
Esqueça aquela calça justa, blusa curta ou aquele shortinho que você ama! Use roupas confortáveis que te deixem à vontade para movimentar durante o vôo. Leve sempre uma blusa de frio, pois às vezes o cobertor que a cia aérea oferece não é suficiente. Além disso, um par de meias também é uma ótima solução para quem gosta de tirar os sapatos durante o vôo. Assim, você pode ir ao banheiro sem precisar de colocar o sapato antes (por favor, não use a meia com o sapato depois - higiene dos banheiros não é tão boa assim).

5- Respeite as sinalizações do comandante e da equipe de bordo
Esta ficou por último, mas nem por isto é menos importante! 

Se é para usar o cinto de segurança durante todo o vôo, faça isto e evite de acordar durante uma turbulência batendo a cabeça no teto da aeronave. Se é para permanecer no seu assento durante o pouso, permaneça e evite tombos. Se é para esperar o avião parar para abrir o bagageiro, espere e evite de uma mala cair na sua cabeça ou de outro passageiro. 



BOA VIAGEM!


terça-feira, 12 de agosto de 2014

Cias aéreas e suas alianças!

Para facilitar a vida de vocês (e a minha também), aí vai uma pronta-referência das cias aéreas e suas alianças!



**Antes de viajar, faça o cartão fidelidade da cia aérea com a qual irá voar, ou dê o número do seu fidelidade da cia aérea parceira na hora do check-in**


  




_____________________________________________________________________________________________

Além disto, a cia aérea nacional Gol estabeleceu parcerias de code-share com cias aéreas internacionais, onde há o acúmulo de milhas em vôos operados pelas cias parceiras. 


____________________________________________________________________________________________

Tudo entendido agora?!