segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Comprando livros online!

Quando não dá para viajar, a leitura acaba sendo o melhor remédio!

Por isto resolvi divulgar aqui minha lojinha virtual com títulos novos e antigos que um dia já me inspiraram!

Os títulos disponíveis são:

Em português:
- Mil Dias em Veneza - Marlena di Blasi
- Diálogos Impossíveis - Luis Fernando Veríssimo
- Nosso Lar - Chico Xavier (virou filme também)

Em inglês:
- Love, Rosie - Juliette Towhidi (versão original do livro Simplesmente Acontece, que virou filme em 2015)
- High Fidelity - Nick Hornby (versão original do livro Alta Fidelidade, que também já virou filme)
- Room - Emma Donoghue (versão original do livro O Quarto de Jack, que também virou filme em 2015)
- The White Bushman - Peter Stark (não tem versão em português)


As compras podem ser feitas através da minha lojinha virtual no Enjoei: https://www.enjoei.com.br/bagagem




quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Pratos Típicos - O que não podemos deixar de experimentar!

Não sei quanto a vocês, mas para mim o cheiro e o gosto de uma comida é capaz de trazer ótimas lembranças de viagens!

Por isto resolvi falar um pouquinho sobre pratos típicos que não podemos deixar de provar!

Vamos lá:

- Tailândia
Para começar, um país que exala temperos!
O Pad Thai é um macarrão de arroz bem fininho feito com várias especiarias! Tipo um Yakisoba, só que tailandês! :)



Mas não posso deixar de mencionar também o Curry em suas três versões: vermelho, amarelo e verde. Provei dos 3 e não sei nem dizer de qual gostei mais!




- Portugal - mais precisamente, Porto
A Francesinha é uma bomba calórica que faz qualquer pessoa de dieta arrepiar! É um sanduíche de carnes com ovo, queijo e um molho especial, típico de Porto. Falando assim, parece até um X-tudo, né? Mas acho que a foto abaixo vai ilustrar melhor...




- Itália
O país das massas também é o país do presunto cru! É possível encontrar várias delis que fazem na hora sanduíches de prosciutto! Um dos pontos altos da minha viagem à Veneza foi saborear um desses e um "birra" num murinho, vendo os turistas passarem!




- Austrália
Não adianta, Tim Tam pra mim ainda tem cara, cheiro e gosto de Austrália!



- Alemanha
Cervejas, cervejas, cervejas... Ah! E salsichão ou currywurst pra acompanhar!



- África do Sul
Vegetarianos, me desculpem, mas vou dar esta dica: "game meet"! As carnes de caça são os pratos mais típicos do país. Provei de tudo um pouco e, sim, gostei!


- França
Nada como degustar um escargot com um bom vinho rosé. Nada mais ruim... hehehehe! Desculpem a sinceridade, mas escargot não deu pra mim. Provei, não gostei e superei!



- Cuba
O que comi muito em Cuba foi lagosta. Eu não sabia que lá era tão comum e tão barato e me esbaldei! Mas vou colocar aqui algo ainda mais típico: o mojito!



Que tal as sugestões? Deu água na boca?




terça-feira, 13 de outubro de 2015

Baratona no Rio

Popular entre as noivinhas de hoje, a "baratona" tem feito sucesso nas despedidas de solteira da mulherada. E o local escolhido é sempre o mesmo: o Rio de Janeiro. Foi ali que esta moda começou, há mais ou menos 3 anos atrás.

Só que a moda pegou e agora as cariocas não são as únicas que vão de bar em bar pelas ruas do Rio. Mineiras, gaúchas, paulistas... é possível ver turmas de várias partes do Brasil fazendo baratona nos finais de semana e feriados! Eu mesma já participei de duas pela cidade maravilhosa e foi super divertido!

Pra ajudar no esquema, segue um mapinha com um roteiro sugerido por uma amiga que mora lá no Rio. A gente fez apenas parte dele, pois já estávamos muito cansadas por causa do dia anterior... Mas para as mais fortes, fica a dica:


Exibindo image.jpeg

OBS: o Belmonte não permite baratonas, então sejam discretas ao chegarem lá!

Beijos e aproveitem!




quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Top 10: cidades incomuns, mas que valem a visita

1- Avignon, França
Por que você não pode deixar de conhecer?
Localizada ao sul da França, Avignon, apresenta grande importância na história européia por ter se tornado, no século XIV, sede da Igreja Católica pelo rei Felipe IV, que alegou que o Vaticano não poderia ser a capital espiritual do mundo com tantos conflitos sociais ocorrendo na época. O Palácio dos Papas tornou-se a principal atração da cidade, que ficou mundialmente conhecida como a "Cidade dos Papas".

Avignon e seu charme provençal irão com certeza te cativar!


Foto: arquivo pessoal


2- Viñales, Cuba
Por que você não pode deixar de conhecer?
Com uma população de aproximadamente 10.000 pessoas, Viñales está localizada num vale onde a produção do tabaco é a atividade predominante. Esqueça as grandes indústrias, visite as fazendas locais e veja de perto como os famosos charutos cubanos são fabricados!


Foto: arquivo pessoal


3- Adelaide, Austrália
Por que você não pode deixar de conhecer?
A capital do estado de South Australia é um encanto! Parece uma grande cidade do interior e por ali é possível experimentar pratos incríveis com frutos do mar fresquíssimos e os melhores vinhos do país. A propósito, não deixe de provar o Sparkling Shiraz, vinho que é produzido apenas nas vinícolas próximas à Adelaide!

Foto: divulgação South Australia


4- Canterbury, Inglaterra
Por que você não pode deixar de conhecer?
Enquanto Cambridge e Oxford estão superlotadas de turistas, esta cidade (também universitária) localizada ao sul de Londres ainda não foi descoberta pelas multidões! Por suas ruelas seculares, você encontra ótimos pubs, restaurantes e museus, além da famosa Catedral de Canterbury, a primeira catedral do país!

Foto: divulgação internet


5- Lauterbrunnen, Suíça
Por que você não pode deixar de conhecer?
Sabe aquela imagem que temos da Suíça com as montanhas de neve ao fundo, vaquinhas com sininhos no pescoço e casinhas de madeira?! Pois é! Agora imagina isto com a possibilidade ainda de visitar o Jungfrau, ponto mais alto da Europa?! 


Foto: arquivo pessoal


6- Swakopmund, Namíbia
Por que você não pode deixar de conhecer?
Apesar de ser bem preparada para o turismo, Swakopmund ainda não recebe tantos visitantes. Além de oferecer boas opções de hospedagens e ótimos restaurantes, o forte da cidade são as diversas atividades de aventura em meio ao grande deserto da Namíbia! Você pode fazer sandboard, pára-quedismo, quad bike e muito mais. Por isto, não deixe de colocar o país e esta cidade em seu roteiro!


Foto: arquivo pessoal


7- Ayutthaya, Tailândia
Por que você não pode deixar de conhecer?
Imagina poder pedalar por uma cidade enquanto explora os templos incríves espalhados por ela. Em Ayutthaya, localizada a 85 km de Bangkok, é assim! 
Basta alugar uma bicicleta e aventurar-se pela parte antiga da cidade, onde é possível encontrar a mais famosa atração: a cabeça de um Buda cravada em uma árvore. 


Exibindo P4141324.JPG
Foto: arquivo pessoal


8- Mooloolaba, Austrália
Por que você não pode deixar de conhecer?
Sunshine Coast é uma região bastante conhecida da Austrália. Entretanto, quem vai pra lá sempre escolhe a cidade de Noosa para ficar. Poucos sabem que Mooloolaba, mais ao sul, oferece hospedagens mais em conta e praias tão lindas quanto Noosa! E é exatamente por isto que vale a visita: para fugir dos turistas e aproveitar ao máximo tudo o que Sunshine Coast tem a oferecer!


Foto: arquivo pessoal


9- Playa del Carmen, México
Por que você não pode deixar de conhecer?
Playa del Carmen tem ficado bastante conhecida nos últimos anos. Mas, ainda assim, tem muita gente que nunca ouviu falar deste paraíso localizado logo ao lado de Cancun! O acesso é tranquilo através de transfers direto do Aeroporto Internacional de Cancun, as opções de hotéis e resorts são inúmeras, tem Coco Bongo também, dá para passear na 5ª Avenida (tipo a rua das Pedras de Búzios) e o custo-benefício é ótimo! 


10- Tomar, Portugal
Por que você não pode deixar de conhecer?
Portugal é repleto de cidades históricas aconchegantes. Tomar é uma delas. Localizada a pouco mais de 1 hora de Lisboa, é um lugar gostoso para passar 1 ou 2 noites e visitar cidades próximas, como Ourém e Leiria. A cidadezinha é um charme e andar pelas suas ruelas é descobrir um pouco mais sobre a antiga Portugal.


E aí, curtiu as dicas? :)



terça-feira, 22 de setembro de 2015

México

Playa del Carmen

Quick Facts - Playa del Carmen

Moeda:
O dólar americano é aceito em várias lojinhas e restaurantes, mas eles "metem a mão" e, por isto, é melhor trocá-lo por pesos mexicanos em casas de câmbio. Notei que a maioria possui a mesma taxa, variando poucos centavos de 14,50 a 14,65 (1 USD = 14,50 MXN).

Comprar pesos mexicanos daqui também vale a pena (0,25 BRL = 1 MXN).

Como chegar:
Os vôos seguem para Cancun (TAM, Aeromexico e Copa são algumas opções de cias aéreas) e de lá você deve pegar um transfer para Playa. Se você quiser uma comodidade maior, sugiro contratar o transfer direto do Brasil. Eu contratei através do STB e o valor ficou praticamente o mesmo de contratar direto no aeroporto - U$ 60,00 no aeroporto, U$ 69,00 via STB. Elas por elas, prefiro já chegar com alguém com uma plaquinha com meu nome do que ter que correr atrás disso depois de horas de vôo.

Você pode também pegar um ônibus da viatura ADO, que irá te deixar no centro de Playa, e custa 156 pesos mexicanos (cerca de U$ 12,00). É a opção mais barata, mas para quem fica em resort não é a melhor. Imagina chegar no centro de Playa naquele calor que faz lá, cansado, carregando mala, e ainda ter que pegar um taxi? Famoso "barato que sai caro".

O que fazer:
As opções de passeios e atividades são inúmeras! Veja abaixo algumas opções:

- 5ª Avenida
- Coco Bongo
- Tulum
- Cozumel
- Mergulho em Playa, Cozumel ou Cenotes
- Xel-Ha
- Xcaret
- Xplor

No próximo post irei falar delas com mais detalhes, combinado?

Onde ficar:
Você tem basicamente duas opções: ou ficar em resort, ou se hospedar em uma pousada no centrinho. Tudo depende do seu objetivo.

A maioria dos resorts é all inclusive e, por isto, você acaba aproveitando mais a praia e dependências do resort durante a viagem. É uma excelente opção para quem quer descansar (foi a minha), pois você não precisa se preocupar com alimentação, transporte pra praia, nada! Basta curtir o dia tomando drinks na beira do mar ou da piscina! Os resorts do condomínio Playacar são super bem localizados e seguros! 

Mas caso você prefira focar mais nos passeios e curtir mais os restaurantes e bares locais, então é melhor se hospedar em uma pousada mesmo. Assim, você não se sente "obrigado" a curtir o resort, uma vez que pagou por um serviço all inclusive.

Bora lá?!






terça-feira, 1 de setembro de 2015

Resenha - "A Garota Que Você Deixou Para Trás"

Amo livros que me levam a uma outra época e a diferentes lugares.

E assim é o "A Garota Que Você Deixou Para Trás", uma obra da escritora Jojo Meyers. Da Primeira Guerra Mundial aos tempos atuais, Jojo nos leva a uma viagem ao tempo!

Vivendo com sua família no interior da França no início do século 20, Sophie sofre com a ida do marido, Edouard Lefréve, para o front. Apegada às lembranças que tem de Edouard, Sophie guarda em um quadro pintado por ele sua dor e esperança de um dia reencontrá-lo. E é quando o quadro chama a atenção de um comandante alemão, que Sophie resolve arriscar sua própria vida por esta esperança!

Já nos anos 2000, Liv vive sozinha na casa que construiu com seu marido, agora falecido. Uma das lembranças que guarda do marido é um quadro que compraram por uma pechincha em uma viagem à Espanha. 

Um inesperado encontro mostra o real valor daquela obra e vira a vida de Liv do avesso! Em uma corrida contra o tempo para conhecer melhor a história por trás daquela obra, Liv se encontra em meio a cartas e memórias daquela francesa que, um dia, sofreu com a ida de seu marido para o front.

A autora desenvolve a história nos levando às ruelas da pequena cidade francesa, aos bairros mais "cool" de Londres, passando também por Paris e pelo interior da Alemanha. Várias paisagens são transcritas nos levando a diferentes lugares. Uma leitura tranquila e, ao mesmo tempo, emocionante. Duas histórias que se cruzam e nos mostram que uma escolha é capaz de mudar a nossa vida.

#ficaadica




quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Dica: pousada em Tiradentes

Aí vai uma dica de hospedagem em Tiradentes: a Pousada Vivenda.

Tranquilidade e paz a apenas poucos minutos de caminhada do agitado centro histórico!

Esta frase resume bem a nossa experiência na pousada. Localizada no Parque das Abelhas, ela oferece um excelente serviço e acomodações super confortáveis! A riqueza de detalhes na decoração reflete a cultura mineira, trazendo aconchego aos visitantes e charme à pousada.




Mas vamos por partes:

Quartos: o tipo de quarto escolhido foi o Chalé, que ficava anexo à pousada e tinha um espaço maior. O ofurô dava o toque especial ao quarto!

A única coisa que não gostei foi do frigobar vazio. Tínhamos que pedir água pelo room service e acho que o ideal seria se a pousada já deixasse as bebidas no quarto.





Café da manhã: nos hospedamos por duas noites e o café não se repetiu (achei bacana isto!). No primeiro dia teve pastelzinho de queijo, bolo de chocolate com morango, suco de laranja com mamão, biscoitinhos. No segundo dia teve gelatina, suco verde, mousse de abacate, bolo de café, bolo de banana e bolo de cenoura. Sem contar os frios e pãezinhos que completavam sempre o café!




Instalações e serviços: piscina, bar ao lado da piscina (onde podem ser servidos comes e bebes), sala de massagem, sauna, estacionamento, Wi-Fi gratuito, Sky nos quartos, room service, sala de estar com televisão, livros e jogos infantis.






A pousada ainda ganhou pontos extras pelo atendimento dos funcionários Julio e Anderson! Foram super atenciosos, gentis e prestativos sempre!

#ficaadica



sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Voando com a Delta Airlines

Nesta minha última viagem (quem me acompanha no Instagram e Snapchat viu que eu andei pela Califórnia no último mês), voei pela primeira vez pela Delta Airlines.

Minha primeira impressão foi de que a companhia era como qualquer outra, mas o vídeo de segurança me fez mudar de opinião rapidinho!

Pela primeira vez eu realmente prestei atenção nas informações de segurança que as cias aéreas são obrigadas a passar aos viajantes. Fala sério... Você também não prestaria atenção?




Delta Airlines, a cia aérea da zuêra! 


Obs: ontem foi lançado o novo vídeo, vejam só:






sábado, 4 de julho de 2015

Transfer - pegar ou não pegar?


O transfer é aquele serviço opcional para te pegar no aeroporto quando você chega no destino final do vôo. Nas minhas andanças eu já optei por contratá-lo, mas também por deixar pra lá e me arriscar sozinha!

As duas experiências são válidas, mas tudo depende do destino.

Em Bangkok, por exemplo, eu claramente deveria ter contratado. Meu vôo pousou 1 hora da manhã e a "doidinha" aqui resolveu pegar um táxi no aeroporto mesmo. Cenário: madrugada, motorista que não falava inglês e eu com um mapa do hostel na mão, todo em tailandês. As únicas informações certas que eu tinha eram de que a corrida ia me custar aproximadamente BAHT 350,00 e demoraria cerca de 40 minutos. Enfim, cheguei viva, apesar da corrida ter dado 400 BAHT.

Em Windhoek, capital da Namíbia, eu também optei por me arriscar. Depois de alguns minutos explorando o pequeno aeroporto, consegui um transfer pro hotel. Mas confesso: fiquei insegura.

Em Havana valeu a pena o táxi. Foi preço combinado naqueles táxis registrados. Tudo certo!

Em Auckland peguei um táxi e a corrida ficou super cara!! Na volta, peguei um transfer e paguei 1/3 do que tinha pago na chegada.

Em Playa del Carmen eu contratei o transfer do aeroporto de Cancun e foi o mesmo preço de um contratado direto no aeroporto. Mas valeu a pena, pois economizei no tempo.

Londres, Sydney e Paris possuem metrô que te levam do aeroporto ao centro. Isto facilita bastante, mas só para quem tem ânimo de ficar carregando mala depois de horas de vôo, né?

Um transfer compartilhado em Nova York, por exemplo, custa em torno de U$ 20,00. Já em Londres, GBP 25,00. Custo-benefício válido, não é mesmo?!

Conclusão: para um maior conforto, contrate logo o transfer antes de embarcar! Aqui no Brasil, é possível fazer isto através do STB.

#ficaadica



terça-feira, 9 de junho de 2015

Top 5 - Mergulho



Já tive a oportunidade de mergulhar em lugares bem bacanas. Resolvi então colocar alguns aqui em ordem de preferência (da minha, claro).

Vocês notarão a ausência de points famosos, como Belize e Fernando de Noronha. Mas é porque ainda não os conheci, tá?! AINDA!

5- Búzios, Brasil
Na verdade eu não achei nada muito especial no mergulho que fiz ali, mas acho justo entrar no TOP 5, pois a vida marina é bem bacana por ali. Muitos frades!

4- Playa del Carmen, México
Quando fui, fiquei na dúvida se mergulharia em Cozumel ou em Playa. Mas a opinião das operadoras de mergulho locais foi unânime: em Playa eu veria mais vida. E é verdade. A única coisa que me deixou um pouco desconfortável no mergulho foi a correnteza, que é fortíssima! Haja perna!

3- Maria La Gorda, Cuba
Mar do Caribe mais uma vez aparecendo na lista. Não é por menos, né? As águas cristalinas ajudam e muito a visibilidade. Mergulhando em dias de Sol então, melhor ainda! Fica tudo brilhando lá embaixo! É bem bonito de se ver, sem contar que os preços dos mergulhos são super baixos! Paguei U$ 50,00 por dois mergulhos em 2012.

2- Ilha Grande, Brasil
Comecei a mergulhar ali, aos 15 anos. E foi ali que mergulhei pela primeira vez com arraias e tartarugas. Uma vez me deparei até com um pinguim perdido! Foram inúmeros mergulhos (sério, mais de 15) e sempre me encantei pela vida marinha da Ilha.

1- Cairns e Whitsundays, Austrália
A Grande Barreira de Corais não poderia estar em outro lugar no pódium, ne?! Foram os melhores mergulhos que já fiz, com muita vida, fauna e cores! Destaque para o "reef shark" e para o "humphead", espécies encontradas somente por ali.


Exibindo image.jpeg



sábado, 25 de abril de 2015

Kit Viagem - meus itens de sobrevivência!

Um bom check-list de viagem conta com itens óbvios, como: passaporte, visto (quando necessário) e assistência médica internacional. Mas o que não pode faltar naquela lista de itens extras, mas também essenciais?

Vejam só os 10 itens que nunca deixo de levar nas minhas viagens: 



1- Bloco de anotações
Para eu anotar o nome daquele restaurante bacana, preços de entradas nas atrações ou fazer notas para lembrar e depois escrever no blog!

2- Carteira de viagem
A minha carteira do dia-a-dia vai também, mas nunca ando com ela. Sempre levo esta carteira bonitinha para colocar as dólares, euros, libras, etc, e não misturá-los com os reais.

3- Esta caixinha era pra ser de lentes de contato, mas virou meu porta-chaves dos cadeados que levo! Assim, nunca as perco na bagagem!

4-  Carregador com entrada USB
Este carregador é super bacana, vem com 4 entradas USB e posso mudar o adaptador que vem conjugado conforme o tipo de tomada do meu destino.

5- Pen Drive
Nada como ter um pen drive em mãos para salvar as fotos caso o cartão de memória da máquina encha! Já quebrou meu galho também quando fiz atividades tipo sandboard e preferi gravar as fotos ao invés de comprá-las já impressas.

6- Bolsinha de moedas
Eu custo a me acostumar com as moedas diferentes, então sempre pego o troco, "taco" as moedas ali dentro e depois conto direito pra saber quanto ainda tenho.

7- Caneta
Gente, quantas vezes precisamos anotar algo ou preencher cartões de desembarque e temos que pedir uma caneta emprestada pra alguém? Eu me garanto levando a minha própria!!

8- Tag de mala
Pra mim, quanto mais "aparecido", melhor! Este da STB é lindo, não é? Eu uso o mesmo pra todas as viagens, então só coloco meu nome e e-mail de contato nele, sem o endereço. Não me preocupa muito isto, pois se minha bagagem for extraviada, a cia aérea irá abrir um chamado e registrar a ocorrência com os dados que eu informar.

9- Pasta de viagem
Nela eu levo todos os meus vouchers e coloco também o meu passaporte. Por conter meus documentos pessoais, vai agarradinha comigo na bagagem de mão.

10 - Adaptador de tomada
Além do carregador com entrada USB, levo também sempre o adaptador regular. Hoje tenho 5 lá em casa!

E o que não pode faltar na SUA bagagem?!




quarta-feira, 22 de abril de 2015

Earth Day - Dia da Terra

Pra mim, todo dia é Dia da Terra!

Entretanto, hoje é o dia oficial de celebrarmos esta nossa casa que, infelizmente, está passando por grandes transformações negativas.

Resolvi então citar algumas soluções simples do meu dia-a-dia para fazer minha parte e ajudar na preservação do meio-ambiente. Que tal seguir meus passos? Aceito também mais sugestões! 

- Sempre que vou ao supermercado ou à farmácia e compro poucos itens, dispenso a sacolinha plástica e coloco as compras na bolsa mesmo, ou carrego na mão. 

- Quando a compra é maior, utilizo as sacolas reutilizáveis disponíveis nos supermercados. Alguns vendem, outros dão até de graça! Tenho 4 lá em casa, de vários tamanhos diferentes!

- Pilhas são lixo radioativo. Que tal sugerir para o seu chefe colocar em um cantinho da empresa uma caixa para depósito de pilhas usadas? Vocês poderão juntar várias e depois levar a um ponto de coleta apropriado. (Esta eu pretendo implantar na empresa até o próximo mês!!)

- Parei de enrolar no chuveiro.

- Nunca deixo aparelhos domésticos ligados na tomada quando não estão sendo utilizados.

- Na empresa, imprimo documentos internos em papel de rascunho. Para impressões gerais, utilizo sempre a modalidade "frente-e-verso".

- Não tenho carro e ando à pé ou de ônibus.

- Desligo o ar condicionado quando me ausento da sala na empresa.

- Apago a luz sempre que saio de um cômodo da casa.

- Abro as cortinas e deixo a luz do Sol entrar!


E você? O que faz para preservar o nosso meio-ambiente?





sexta-feira, 27 de março de 2015

Taxas de turismo - quanto valem nas cidades mais turísticas do mundo?

Amsterdam - 5,5% do valor da tarifa por noite, por apartamento.

Berlim - 5% do valor da tarifa por noite, por apartamento.

Florença - €1,00 a  €5,00 por pessoa, por noite conforme categoria do hotel. 

Las Vegas - resort fee de U$ 25,00 - U$ 29,00 por noite, por apartamento.

Londres - segundo reportagem do The Guardian, o Conselho Municipal pretende incluir uma taxa de turismo no valor de £1 por pessoa por noite, isto sem contar o VAT de 20% já cobrado pelas acomodações.

Los Angeles - 14% do valor da tarifa por noite, por apartamento.

Miami - 13% do valor da tarifa por noite, por apartamento.

Nova York - 14,75% do valor da tarifa + U$ 3,50 a U$ 7,50  por noite, por apartamento, conforme tipo de apartamento.

Paris €0,15 a  €1,50 por pessoa, por noite conforme categoria do hotel. 

Veneza - €1,00 a  €5,00 por pessoa, por noite conforme categoria do hotel. 



terça-feira, 17 de março de 2015

Happy Saint Patrick's Day!

É hoje o feriado nacional mais popular da Irlanda!

Mas quem foi este tal de São Patrício?

O padroeiro de Irlanda foi um sacerdote incumbido de levar a cultura cristã para o país. Não há vestígios que determinem assertivamente detalhes sobre sua vida, mas reza a lenda que ele passou por Dublin no século V, onde batizou novos cristãos em um poço nos arredores da atual Catedral de São Patrício.

Acredita-se também que o povo local na época, os druidas, foram doutrinados por São Patrício com a utilização do famoso trevo de pontas (shamrock) para explicar a Santíssima Trindade. Este trevo já era utilizado pelo povo como referência a uma outra trindade: corpo, alma e mente. Esperto ele que ganhou a simpatia dos druidas utilizando um elemento já conhecido por eles!

E como é celebrado o Dia de São Patrício?

O dia de São Patrício é comemorado no dia 17 de março, pois esta é, supostamente, sua data de falecimento. Apesar de ser um feriado religioso, as pessoas comemoram não somente indo às missas nesta data, mas também com festas e celebrações!

Em 1995, o Governo Irlandês estabeleceu o festival e, desde então, o Saint Patrick's Day é uma das comemorações mais populares e famosas do mundo! O festival, que dura normalmente 3 dias, conta com apresentações, desfiles e muita alegria! As pessoas se vestem de verde, pintam a cara, usam perucas laranjas e chapéus com o símbolo do trevo de três pontas, que também simbolizam a Irlanda, e se divertem pelas ruas do país. Hoje esta cultura foi disseminada e encontramos comemoração até no Brasil!





segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Promoção Qantas!

PROMOÇÃO NA ÁREA!

A Qantas lançou uma promoção imperdível para mais de 10 destinos na Austrália e na Ásia! 

Dá só uma olhada:

Destinos: Sydney, Melbourne, Brisbane, Adelaide
A partir de U$ 1.099,00 + taxas (ida e volta)

Destinos: Bangkok, Singapura, Hong Kong, Jakarta, Shanghai, Manila
A partir de U$ 1.599,00 + taxas (ida e volta)

Destino: Perth
A partir de U$ 1.197,00 + taxas (ida e volta)

Destino: Tóquio
A partir de U$ 1.799,00 + taxas (ida e volta)

ATENÇÃO: tarifas válidas para viagens realizadas entre 27/04/2015 e 12/12/2015, em classe econômica.

Procurei no GDS (sistema de reservas) e encontrei todas estas tarifas! Se precisar de ajuda para reservar, pode contar comigo!

Imagem: divulgação internet